O site Pressão Alta é um portal de conteúdo de saúde e bem estar.

infecção urinária

Principais causas da infecção urinária em idosos

Por ser muito comum em idosos, a infecção urinária é um fator de atenção que pode evoluir para doenças mais graves. É importante entender porque ela ocorre, como tratar e saber as formas mais eficazes de prevenir essa enfermidade.

Entenda tudo sobre o assunto logo abaixo.

O que é infecção urinária e quais seus tipos?

A infecção urinária pode ser comum em qualquer idade e podem ocorrer em várias partes do sistema urinário. Existem dois tipos: a mais comum é conhecida como “infecção urinária baixa” ou “cistite”, por se dar no trato urinário inferior, ou seja, na uretra e na bexiga. Possui sintomas mais leves: urina com forte odor e sangue, assim como dor e dificuldade para urinar.

Já a “infecção urinária alta”, ou pielonefrite, se dá quando a enfermidade alcança os ureteres e atinge os rins. Os sintomas são mais fortes e vão de dor forte, vômitos e até febre em estágios mais avançados.

Cerca de 80% a 90% dos casos acontecem devido a uma bactéria presente no intestino, a E.coli (Escherichia coli). Assim, mulheres possuem maior chance de desenvolvê-la devido à proximidade entre a vagina e o ânus.

Por que é mais frequente em idosos e qual o tratamento?

A Sociedade Brasileira de Urologia mostra que a infecção urinária é mais frequente em idosos, atingindo 20% das mulheres e 10% dos homens com mais de 65 anos. Com uma imunidade menor e as mudanças do sistema urinário com o avanço da idade, existe um aumento considerável de eles estarem suscetíveis a infecções.

Outros fatores que influenciam seu aparecimento é a mobilidade reduzida, o uso de fraldas geriátricas por longos períodos e a incontinência urinária.

O diagnóstico deve ser feito por um urologista, que irá solicitar exames de urina para constatar a presença de bactérias. O tratamento geralmente dura duas semanas, variando de acordo com o tipo e a gravidade de cada paciente. Normalmente são receitados antibióticos e analgésicos para tratar o problema.

Principais sinais de infecção urinária

Alguns sintomas podem ser observados em idosos, mas é importante sempre consultar um médico. São eles: volume de urina maior ou menor do que o normal, quadros de confusão mental, forte cheiro e ardência ao urinar, presença de coloração forte ou vestígios de sangue, assim como dor na região dos rins.

As melhores formas de prevenção

Considere as práticas recomendadas no dia a dia para que essas infecções sejam evitadas:

  • Beber bastante água durante o dia, garantindo várias idas ao banheiro;
  • Higienização da região genital com água e sabão neutro, dificultando a proliferação de bactérias na região;
  • Fraldas devem ser trocadas constantemente para garantir a higienização e a saúde do idoso, evitando o acúmulo de bactérias que causam essa infecção;
  • Incentivar o idoso a usar o banheiro, evitando segurar a urina por muito tempo;
  • Observar se a urina apresenta cheiro forte, cor diferente do normal, assim como sua quantidade;
  • Consultar um Urologista e garantir um acompanhamento contínuo da saúde, auxiliando na manutenção da imunidade em idosos e evitando que desenvolvam uma forma mais grave de infecção.

Para ter acesso a outros conteúdos importantes para sua saúde e artigos relevantes para manter uma vida equilibrada, acesse agora nosso perfil no Instagram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *