O site Pressão Alta é um portal de conteúdo de saúde e bem estar.

alimentação pressão alta

Controlando a pressão alta por meio da alimentação

A hipertensão arterial sistêmica, comumente chamada de pressão alta, é um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. De acordo com especialistas, a alimentação é essencial para manter um coração saudável. Além disso, a 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão recomenda a execução de exercícios físicos, redução do estresse, controle de peso e outras medidas.

A mudança é crucial para manter a qualidade de vida. Segundo dados do Ministério da Saúde, atualmente, 388 pessoas morrem todos os dias no Brasil devido à hipertensão. 

Só nos primeiros sete meses de 2020, a pressão alta já causou mais de 234 mil mortes no país, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Vamos falar mais sobre a hipertensão e sobre como a alimentação pode ser benéfica no tratamento?

Continue a leitura para aprender mais.

Como saber que é hipertenso?

Recomenda-se usar a medição da pressão arterial para identificar possíveis alterações. Normalmente, essa medição é realizada no consultório, mas os pacientes que precisam ser controlados também podem monitorá-las em casa usando um dispositivo de medição de pressão.

O valor ideal é considerado menor ou igual a 120/80 mmHg (milímetros de mercúrio), que é o popular 12 x 8. Valores superiores a esses podem indicar hipertensão arterial sistêmica, que precisa ser controlada. Porém, vale ressaltar que a medida da pressão deve ser realizada em repouso, não devendo a pessoa se exercitar antes ou depois de ingerir derivados da cafeína e outras bebidas estimulantes.

Realizar a medição logo após fumar também não é adequado.

Qual a alimentação ideal para quem é hipertenso?

Além de seguir as orientações médicas sobre o uso de medicamentos específicos, os pacientes com hipertensão (ou pré-hipertensão) também devem desenvolver hábitos mais saudáveis ​​para o controle da doença.

Você deve manter o peso adequado, fazer exercícios e evitar beber e fumar. Além disso, as mudanças na dieta tornam tudo diferente. 

Siga as instruções que preparamos para você a seguir!

Evite consumir sódio em excesso

Evite consumir alimentos ricos em sódio. A quantidade ideal é no máximo 5 gramas de sal (ou uma colher de chá) por dia. 

Lembre-se que além do sal, existem outros alimentos ricos em sódio:

  • Carnes processadas;
  • Alimentos defumados;
  • Queijos;
  • Temperos processados;
  • Sopas e caldos;
  • Vegetais condimentados;
  • Biscoitos, massas, salgadinhos, etc.

Escolha consumir alimentos fontes de potássio

O potássio não é conhecido apenas por prevenir câimbras. Ajuda também a controlar a pressão arterial. 

Já foi provado que uma dieta rica em potássio pode suprimir a pressão alta causada pelo consumo excessivo de alimentos ricos em sódio. 

Consulte a lista de alimentos que contêm esta substância:

  • Sementes de girassol; 
  • Uva passa (sem semente); 
  • Amêndoas;
  • Espinafre;
  • Abacate, etc. 

Consuma bastante alimentos ricos em cálcio

Uma dieta deficiente de cálcio pode levar ao aumento da pressão arterial. Portanto, consuma alimentos que contenham cálcio, como queijos, amêndoas, leite, iogurte, avelã, etc.

Reduza o consumo de cafeína

Evite comer alimentos ricos em cafeína, como refrigerantes, bebidas energéticas e bebidas de chocolate. Use cacau em pó em vez de chocolate. 

A dose usual de café não tem nada a ver com a alta incidência de hipertensão.

Conclusão

Entendeu melhor o que você pode consumir e o que pode moderar para controlar a pressão alta?

Precisa de ajuda para lidar com este problema e quer mais dicas? Deixe seu comentário aqui embaixo que te ajudaremos! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *